45 dias

Não estou aqui há tanto tempo mas já aprendi uma das coisas mais importantes, talvez. Você pode viver no melhor lugar do mundo mas se você está longe de pessoas que te fazem bem, esse lugar deixa de ser o melhor pra você.
É muito difícil falar sobre saudade e mais ainda senti-la a todo momento. Sinto tanta dor, mas ninguém entenderia. Todos os dias ela me acompanha, às vezes menos às vezes mais, mas ela está sempre ali presente. Ela gosta de estar perto de mim, principalmente quando me sinto sozinha.
É ainda mais difícil explicar toda essa saudade e solidão, quando se tem alguém tão importante ao seu lado. As pessoas são diferentes, cada um tem um papel na nossa vida, por isso todos os dias sinto um vazio dentro de mim, onde estão todas aquelas pessoas que eu tinha comigo? Por que mudar de país me apagou de onde eu vivia? Não posso mentir e dizer que não estou feliz aqui, mas não posso deixar de dizer o quanto queria estar em casa também.

Giovanna Costa R. Izzo

Anúncios

MY FIRST MONTH IN ADELAIDE 

8/03/2017 – 8/04/2017

Como todas as vezes que quero escrever algo, tenho uma dificuldade imensa em começar e essa é uma delas.. mas vamos lá, tenho muita coisa pra contar!

Desde o primeiro momento que cheguei aqui as pessoas me perguntam “era o que você imaginava?”, calma aí pessoal, as coisas não são tão rápidas assim! Maaaas não tenham dúvidas que está sendo fantástico viver tudo isso!

Fiquei as duas primeiras semanas fazendo as coisas básicas, como abrir conta, pegar um chip para o celular e conhecendo alguns lugares de Adelaide, além das muitas buscas por casas/quartos para morar.

Em duas semanas minhas aulas começaram, estou adorando e aprendendo muito, meus professores são ótimos e meus colegas de classe muito divertidos! Terças e quintas tenho aula o dia inteiro, levo um almocinho para a escola e almoço no refeitório. Existe uma mistura de nacionalidades muito legal aqui, na minha sala tenho colegas do Japão, China, Tailândia, Coreia, Colômbia, Itália e Brasil também.

No meu primeiro mês aqui fiquei na casa de amigos do Brasil, dividiram seu espaço comigo, me ajudaram muito e me levaram para conhecer alguns lugares maravilhosos por aqui!

Sobre a saudade: senti e continuo sentindo todos os dias!

Nesse tempo por aqui, procurei jobs, afinal em qualquer lugar do mundo a gente precisa de money, alright? hehe. Em um mês fiz 1 job de cleaning para uma brasileira mas como a maioria dos brasileiros.. abusou da minha boa vontade e não voltei mais, sigo procurando, porque brasileiro não desiste nunca, não é mesmo pessoal?!

Mas falando sobre minha vivência e visão de morar foram e da cidade onde estou: não é fácil mas é maravilhoso!

Não é fácil porque ficar longe da família é de cortar o coração, principalmente da minha mãe, a quem sou tão apegada, o apoio dela tem sido fundamental pra mim aqui e sempre será! Saudades mamis ❤. Mas também é maravilhoso se sentir um pouco mais independente, ou totalmente e também o lugar que escolhemos é fantástico, não saberia descrever tudo que sinto aqui, é uma paz e tranquilidade muito grande, se pudesse traria todos para cá!

As pessoas são receptivas, te cumprimentam e perguntam como foi seu dia mesmo sem te conhecer. Outro dia fui parada na rua por um grupo que pediu parar tirar uma foto comigo, todos apontando para o meus tênis (?), talvez fosse um jogo, foi bem engraçado!

Nos supermercados existem caixas para passar as compras sem atendente, isso mesmo, você pega suas comprinhas, registra os códigos de barra, paga e bye bye, fácil, rápido e ninguém desrespeita isso, a mesma coisa se aplica em algumas estações de trem e tram (algo parecido com ônibus elétrico). Às vezes passa o fiscal conferindo seu bilhete mas nunca vi as pessoas deixando de passá-lo na maquininha! Demais, não?!

O importante é: estou feliz, muito feliz! Batalhando para tudo que tenho como objetivo dar certo e tenho certeza que vai!

Algumas informações sobre Adelaide:

– O calor e o frio são extremos;

– Raramente você vai encontrar lixinho no banheiro, jogue dentro da privada e está tudo ok;

– Dificilmente você vai encontrar requeijão aqui (saudades);

– Quando as pessoas descem do ônibus agradecem e dão tchau para o motorista (não tem cobrador);

– O cigarro é extremamente caro e o tabaco também;

– As casas são feitas de drywall e dificilmente tem portão;

– Não se vê animais abandonados nas ruas;

– Os fast foods e comidas no mercado são muito baratas;

– Aqui existem vários “parques” abertos no meio da cidade, e pessoas relaxando, jogando, se molhando nas fontes;

– Todos os lugares são lindos, com uma sintonia maravilhosa. 
Sobre a casa nova, aguardem o próximo capítulo!!

Até a próxima!!!

“My second month in Adelaide” (quem sabe em inglês, rsrs)

Giovanna Costa R. Izzo

Siga em frente

Que tristeza é essa menina?
Você não tem mais tempo pra isso!
Recomponha-se.
Seca essas lágrimas e respira fundo.
O mundo te espera, e você não pode se atrasar.
Pega o seu coração e siga em frente.
Sua mala está pronta? Coloca suas melhores lembranças, suas saudades, seus sorrisos e vai.
Não se atrase.
Não olhe pra trás.
Não pense no que poderia ser diferente.
Pega suas coisas e vai.
Vai no seu tempo, não tenha pressa mas não se atrase, não deixe pra depois.
Sua hora é agora! Não passou e não vai chegar. Essa é a hora.
Mostra pro mundo o que você é por dentro. Mostra o seu mundo!
Não esqueça das coisas que você acredita, não deixe de lado o que tem dentro de você.
Você é forte. Você sabe.
Você consegue!

Giovanna Costa

Setembro Amarelo: Mês Internacional da Prevenção ao Suicidio

Assim como no mês de Julho, temos a campanha de doação de sangue, para o Julho Vermelho, em Setembro temos o Mês Internacional da Prevenção ao Suicidio, conhecido como Setembro Amarelo. 

Aqui temos algumas informações sobre suicídio, assunto de tamanha importância:

“A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera o suicídio um problema de saúde pública, segundo seus estudos, 804 mil pessoas cometem suicídios por ano e o Brasil é o oitavo país em número de suicídios. Ainda em 2012 foram registradas 11.821 mortes, sendo 9.198 homens e 2.623 mulheres. Para OMS, o tabu em torno deste tipo de morte, impede a realização de ações eficazes de conscientização e prevenção. O estudo ainda diz que a cada 40 segundos uma pessoa comente suicídio no mundo.”

Aproveitando esse assunto, queria compartilhar com vocês um filme, de desenho, que fala sobre o suicídio, vale a pena! Vou contar um pouco sobre ele. 

Lançado em 2012, a história acontece em uma cidade depressiva e triste, onde ninguém se diverte e esta sempre cinzenta. As ruas tem um trânsito confuso e cercado por prédios enormes com janelas pequenas. Nas calçadas as pessoas se arrastam desanimadas, as olheiras são visíveis, o olhar sempre para baixo, os lábios se mantém grudados, longe de um sorriso, e a postura é mórbida como de quem não tem mais motivos para viver.

Enquanto isso, pessoas corajosas se jogam na frente do primeiro carro que passa ou se atiram dos prédios mais altos. Uma das leis da cidade é que o suicídio não é permitido em lugares públicos, quem se mata publicamente recebe de imediato um recibo de multa que é colocado no corpo: caso você morra, os familiares pagarão a multa.

No meio de toda essa tristeza, a família Tuvache prospera com um negócio único: A loja de suicídios. Eles oferecem aos clientes algumas opções de suicídio, sempre de formas requintadas e confortáveis.

Mas tudo muda com a chegada do terceiro filho, Allan, que para azar da família é sorridente e cheio de pensamentos positivos, ou seja, totalmente oposto da vontade de morte tão desejado pela família e pelos negócios.

No decorrer do filme aparecerem diversos clientes, com o objetivo comum do suicídio, mas com comportamentos bem distintos, o que eu considero muito importante, para que a gente possa fazer uma reflexão da individualidade e das diferentes manifestações de sintomas. É uma forma diferente de falar sobre um tema tão importante, e uma forma não tão pesada já que o filme é uma animação.

A história mostra com sutiliza um assunto sério e delicado. Também é capaz de nos transmitir tanto os sentimentos depressivos como a apatia das pessoas através das falas, cores e gestos.

2

O filme só perde totalmente seu lado mórbido no final, quando Alan, com sua extrema felicidade, consegue mudar o comportamento das pessoas a sua volta, principalmente do seu pai.
Para mim o final é um tanto quanto imaginário, mostra o clássico “felizes para sempre” e deixa de mostrar a sensibilidade e detalhes do restabelecimento da depressão. Mas tenho que concordar que, de modo geral, o filme é bom e vale a pena assistir.

1  3 4 5 6 7 

Vocês podem ver o filme completo e dublado clicando aqui: A pequena loja de suicídios

Abraços,

Giovanna Costa

Te quero (bem)

Sou grato por tudo o que tivemos. Cada momento que dividi com você foi essencial para que eu pudesse ser quem sou e, mais do que isso, ser agora quem eu quero ser.

Com você aprendi a me esquecer nos braços de quem me cuidava, mas também aprendi a me acomodar. A esquecer de mim em horas que eu precisava muito me lembrar de existir, de me fazer valer.
Não quero que penses que eu não te amei, porque te amei com toda minha essência, como se fosse mais importante te amar do que respirar. E esse foi meu erro fatal. Foi fatal, pois me matou de mim mesmo e matou a mim também de você. Te sufocou.

Mas o que parecia ter sido minha grande derrota na vida, a de perder um grande amor tão visceral, se tornou minha melhor chance de refazer a mim mesmo. De encontrar meus cacos, estilhaços já quase reduzidos a pó e, ao invés de colar aos remendos, derrete-los com toda dor da alma que só existe lá no fundo do fundo do poço e, assim, derretidos, me remoldar.

Eu quis morrer. Eu quis desistir de tudo. Eu queria tanto que você voltasse que nada mais fazia o menor sentido, a não ser encontrar formas de me notar e de perceber o que você havia perdido. Fiz tanto esforço que não percebi que você não estava perdendo nada, pois o perdido nisso tudo era eu.

Sim! Era eu que estava no lugar errado e, pior, insistindo em caminhar pelos rumos mais errados por um puro conformismo de que estar ao seu lado bastaria.

Ainda bem que você foi forte! Ainda bem que você conseguiu suportar a cada tentativa minha de desfazer o que já estava feito e consumado.

Hoje, depois de muita dor e lágrimas, estou aqui e não sou apenas um remendo de cacos. Não só uma falsa forma cheia de cola e faltando pedaços, sem qualquer serventia real, mas que se mantinha ali fingindo que tudo estava bem.

Eu estou bem! Eu estou inteiro. Renovado. Refeito. E de um jeito que eu queria tanto ser e jamais fui. Forte de verdade, mas sem ignorar minhas fraquezas, pois sou feito delas também.

E que bom que você se foi… Porque hoje eu percebo que você não merecia o nada que eu havia me tornado, afinal ninguém merecia, mas também agora eu mereço voar. Voar para ares mais altos, onde alguém respire a liberdade que eu respiro. Onde alguém entenda que eu quero uma parceria selada, mas que me desafiem a ser mais do que sou hoje.

Te quero bem, te desejo tudo de melhor. Agora, é hora de eu partir de verdade. Levando tudo o que me pertence, inclusive minhas memórias com você e todo o meu carinho e respeito por tudo o que vivemos.

Adeus.
A.A

Esporte: Rio 2016

download1Os Jogos Olímpicos de Verão de 2016 acontecerá na cidade do Rio de Janeiro (Rio 2016), serão realizados no segundo semestre do ano, com a abertura marcada para o dia 5 de Agosto e a cerimônia de encerramento dia 21 de Agosto, ambos acontecerão no Estádio do Maracanã, zona norte do RJ. Os preparativos estão sendo organizados a mais de um ano e desde então estão acima da expectativa dos Brasileiros. O lema para Os Jogos da XXI Olimpíada é “viva sua paixão”.

Jogos e estrutura

Para o Rio 2016 contamos com a participação de 206 países, onde cerca de 12.500 atletas irão participa. Serão 42 modalidades de esportes, entre elas: futebol, remo, ciclismo, vôlei, pólo aquático, boxe, atletismo, ginástica artística, golpe, hipismo. As modalidades serão dividas para acontecer em 37 arenas e o número de provas realizadas será de 306 em 19 dias de competição. As medalhas são separas entre femininas, masculinas e mistas também.

Para os organizadores do evento a expectativa também esta muito além do esperado, no processo de organização tiveram algumas dificuldades e contratempos, principalmente com a Baía de Guanabara, onde acontecerá a prova de velejo. O caso é que a Baía esta completamente poluída e trás risco de doenças para os atletas que ali irão competir.

A Tocha

cats112.jpg

O ritual da tocha acontece a quase 3 mil anos, teve início na Grécia Antiga. Os Gregos consideravam o fogo um elemento divino e conduziam a chama por meio de tochas em revezamento até chegar à cidade-sede dos jogos.

Para esse ano a chama percorrera por 95 dias e 12 mil pessoas participarão do revezamento, passando por mais de 300 cidades, um total de 20 mil quilômetros em solo e 10 mil milhas aéreas, sem poder deixar que a chama apague. Os 12 mil condutores são escolhidos e apontados como pessoas que fazem diferença, seja no esporte ou em suas próprias comunidades. A seleção aconteceu em 4 etapas diferentes, promovidas pela Coca-cola, Nissan e Bradesco.

Economia e Segurança

Segundo a diretora de licenciamento e varejo do comitê organizador, Sylmara Multini, as vendas de produtos ligados as Jogos foi afetada pela crise política e econômica que estamos vivendo no Brasil, mas conta que continua esperando uma melhora e um entusiasmo dos brasileiros. (Fonte: G1)

Sabemos que o Brasil enfrenta um momento delicado em relação a política e economia e essa situação tem afetado todos os pontos do país, um deles seria o comercio que consequentemente retardou as vendas de produtos licenciados para o Rio 2016.

Para alguns correspondentes estrangeiros que vivem no Brasil, a segurança é um dos maiores desafios que vamos enfrentar. Eles não vêem o Rio de Janeiro como um lugar seguro para o dia-a-dia e afirmar que durante as Olimpíadas a falta de segurança pode aumentar significantemente, mesmo com os reforços policiais. O Jornalista Brad Brooks, em sua entrevista para o G1 colocou seu ponto de vista dizendo que não estão tão preocupados com os pequenos assaltos e furtos, mas sim com grandes ataques como os que ocorreram na Europa e nos EUA.

“Durante os jogos olímpicos no Rio de Janeiro o foco de todos os países estará no Brasil, o que nos torna um alvo fácil para ataques terroristas, não vejo o Brasil com estrutura suficiente para combater algo desse porte.” Contou uma de nossas entrevistadas, Evanir Toledo, 40, comerciante. Pelo que podemos ver  muitos brasileiros pensam dessa forma e estão preocupados.

Giovanna Costa

Cultura: Tomorrowland pela segunda vez no Brasil

Festival de música eletrônica realizado desde 2005 na Bélgica teve sua segunda edição no Brasil, que durou de 21 à 23 de Abril desse ano. O festival reuniu mais de 150 mil pessoas nesses 3 dias de festa, vindas de 69 países. Realizado na Arena Maeda em Itu, a Tomorrowland teve 6 palcos diferentes, sendo um com piscina para refrescar a galera.

Bs-dp1HCEAAbeEB

Apesar das duas ultimas edições serem realizadas no Brasil o festival não teve alterações ou mudanças na forma como é fora do país. Os participantes possuem opções de compras, para não terem motivos para ficar de fora.

Além do espaço destinado para os 6 palcos, banheiros, refeitórios, enfermaria e áreas de descanso, o evento possui uma área um pouco mais afastada com o famoso DreamVille, que seria um espaço para as pessoas que passam os três dias na Arena Maeda, lá elas tinham opções de comprar ingresso com o alojamento (chalé ou barraca).

easy-tents

“Não é o lugar mais confortável do mundo e nem se compara com a sua cama quentinha, mas a emoção de estar vivendo a Tomorrowland é tão grande que você nem se da conta que esta dormindo, literalmente, no chão, além de acordar com o sol na sua cara e um calor fora do normal”, conta Henrique Fernandes, 24, que passou os 3 dias direto no festival, com barraca alugada.

Já para aqueles que preferem participar de apenas um dos dias, ou tem preferência pela abertura ou encerramento do evento, essa opção também é possível e o valor é único. “Apesar de ter comprado ingresso só para o último dia, não poderia ter sido melhor, o encerramento do evento foi incrível, com fogos de artifício ao som de Dimitri Vegas & Like Mike”, conta Matheus Izzo, 23, que optou pelo ultimo dia do festival.

tomorrowland-2014-life_streaming_nrfmagazine.jpg

Para quem gosta de música eletrônica, curtir com os amigos e não se importa se faça chuva ou faça sol, é o programa ideal.

 

Giovanna Costa

Internacional: Estado Islâmico – Terrorismo sem fim

A Organização Terrorista conhecida como Estado Islâmico nasceu em 1999, no Afeganistão, através do Jordaniano Abu Musab al-Zarqawi. Inicialmente conhecida como Al-Tawhid wa al-Jihad, se desenvolveu durante guerras no Iraque e na Síria e em menos de duas décadas já estava conhecida globalmente como Estado Islâmico. Atualmente estão estabelecidos nos países do Oriente Médio e com militantes na Europa, Estados Unidos e no continente Asiático.

Procedimentos

Após sua participação na Guerra Civil Siria o EI cresceu descontroladamente. O grupo obriga as pessoas que vivem em suas áreas de controle a se converterem ao Islamismo, além de serem obrigados a viver de acordo com a interpretação Sunita da religião e de acordo com a Lei Charia, que seria o código de leis Islâmico. Os que vão contra seus ideais sofrem torturas, mutilações e até pena de morte, por seguirem uma interpretação anti-ocidental extrema do Islã, eles promovem a violência religiosa.

alx_teatro-romano-20150528-11_original-1
Teatro Romano de Palmira, no Deserto Sírio

Ao conquistar uma localização nova é muito comum que eles pendurem a bandeira negra no topo do prédio mais alto da cidade, iniciem campanhas para recrutar voluntários que queiram participar do grupo e de suas atrocidades, distribuem pen drives com ensinamentos, canções, e vídeos Jihadistas onde as pessoas vêem operações militares e folhetos com explicações contra a democracia e sobre a necessidade de silencio, além da imposição gradual de sua interpretação das leis.

Atentados 2016

Em Março desse ano, ocorreram dois grandes atentados causados pelo Estado Islamico e confirmados pelos mesmos. No dia 22/03 (terça-feira), atacaram o aeroporto de Zaventem e a estação de metrô Maelbeek em Bruxelas, na Bélgica, deixando cerca de 30 mortos e mais de 200 pessoas feridas. O ataque conteve duas explosões no aeroporto e uma no metrô, segundo informações do governo ao menos uma delas foi provocada por um homem-bomba.

atentado-em-bruxelas-no-aer
Estação do Metro Maelbeek, em Bruxelas, Bélgica

No Paquistão um homem-bomba matou, no dia 27/03 (domingo), cerca de 70 pessoas, sendo a maioria mulheres e crianças, além de deixar 300 feridos. O atentado aconteceu em Lahore, uma cidade com 8 milhões de habitantes, no estacionamento do parque Gulshan-e-Iqbal, popular para a comunidade Cristã que vive no leste do Paquistão.

Os Brasileiros

O Brasil é um dos poucos países que nunca sofreu os terrorismos do Estado Islâmico, mas recentemente tivemos em pauta uma possível mensagem dizendo que estaríamos na lista de próximos países a sofrer com os atentados do grupo.

Em um de seus discursos nossa Presidente Dilma Rousseff se manifestou “Barbárie do Estado Islâmico precisa ser combatida”. Para algumas pessoas o Brasil deveria se posicionar de uma forma mais clara sobre esse assunto. “Acho que o Brasil deveria ter pelo menos um discurso contra o terror, um discurso de ajuda humanitária. Tanta gente sofrendo na mão do EI e sinto que nosso país segue como neutro num assunto que nos concerne como seres humanos.” Tamy Mandelmann, 21.

Sendo um país sede das Olimpíadas de 2016, a população fica um pouco mais aflita e preocupada com os atentados chegarem no Brasil. “Acredito que o Brasil pode correr riscos durante as Olimpíadas por ser um evento onde o mundo esta com a atenção voltada para nós e por reunis pessoas de diversos países e etnias.” Roseli Costa, 50.

militantes-do-ei-exibem-a-bandeira-do-grupo_351043
Militantes do Estado Islâmico e a bandeira do Grupo terrorista

Segundo a ABIN (Agência Brasileira de Inteligência), responsáveis pela Organização terrorista postaram vídeos em redes sociais alertando que o Brasil seria o seu próximo alvo. Contato com a certeza dos fatos, providências deveriam ser tomadas.

 

Giovanna Costa

Economia: desemprego chega a 10,9% no Brasil

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) a taxa de desemprego no Brasil em 2016 é a maior desde 2012. E entre o primeiro trimestre de 2015 até o momento a porcentagem de desocupados subiu quase 40%. Em relação ao período de Outubro a Dezembro a quantidade de pessoas desocupadas cresceu 22%, chegando a 11,1 milhões.

Sem título

Causas
Atualmente os motivos mais comuns para as demissões estão sendo, além da baixa qualificação do trabalhador, que sempre foi um fator indispensável, a substituição de mão de obra por máquina e principalmente a crise econômica e o custo elevado. Afetando todos os segmentos de trabalho, de setores agrícolas à empresas de marketing.

Fernanda Pedroso, 25 anos, desocupada desde outubro de 2015, conta como esta difícil conseguir um novo emprego. “Fiquei desempregada por conta na crise econômica, fizeram um corte na empresa e desde então estou procurando emprego. No início estava dando preferência para empregos na minha área, de psicologia, mas depois de tanto tempo desempregada tive que apelar para outras áreas também e mesmo assim até o momento, nada.”

Organização Mundial do Trabalho (OIT)
Com algumas previsões para 2017, OIT diz que Brasil pode receber cerca de 1 em cada 5 desempregados do mundo. A estimativa vem de um relatório feito pela Organização, onde podemos ter uma noção do número de desempregados não só no Brasil que seria de 700 mil até o próximo ano, e de 3,4 milhões ao redor do mundo.

Mariangela Fonseca, 44 anos, responsável por pesquisas da OIT, afirma “Apesar do Brasil estar sempre entre os países em apuros no mercado de trabalho, as chances de estrangeiros se estabilizarem lá em busca de novas oportunidades é razoável.”

oit.gif

O mercado de trabalho tende a ficar cada vez mais restrito, principalmente para quem vem de grandes empresas, nacionais e multinacionais. Especialistas no ramo não deram previsão de melhora para a situação econômica do país.

 

Giovanna Costa

Boletim: Virada Cultural apresentará 2ª edição do concurso Rainha da Virada

Esse ano, Virada Cultural contará com a 2ª edição do concurso Rainha da Virada. Organizado por Ariel Velloso, com a proposta de disseminar a cultura LGBT e qualquer vertente semelhante a de transexuais, drag queens, crossdressers e transformistas, independente dos anos de experiência.

O concurso acontecerá no Largo do Arouche, na noite LGBT do festival, que ocorre nos dias 20, 21 e 22 desse mês. Ele terá início no sábado (21), às 18h pela participante Yara Sofia, conhecida como a Miss Simpatia da 3º temporada do reality show americano.

Yara Sofia

O evento terá 16 participantes e dará como prêmio: faixa, coroa e R$ 1.500. O segundo e terceiro lugares também serão premiados.

Dividido em quatro fases, o concurso permite apenas canções de artistas nacionais. A interpretação da música será o principal fator de escolha, mas maquiagem, brilho e figurino também são itens importantes para a apresentação.

Também estarão presentes no evento a apresentadora Penélope Nova, a transexual Luisa Marilac e a drag Fátima Fastfood que fazem parte da equipe de juradas desta edição. Além das três apresentações que Yara fará para o público.

Ano passado a vencedora da Rainha da Virada foi a drag Makaila, após Batalha de Drags no palco Arouche. Na foto, Penélope Nova coroa a rainha.

Quem quiser participar tem até o dia 6 de maio, sexta-feira, para fazer a inscrição. O regulamento e o formulário estão disponíveis aqui.

Giovanna Costa